Notícias

8º Festival PopPorn traz workshops eróticos, mostra de filmes e debates sobre sexualidade

Simmm, estou super animado com o PopPorn que vai rolar este final de semana, dias 9 e 10 de junho. Vou participar de um painel sobre masculinidade ao lado de caras que sou fã!

O Festival PopPorn chega à sua 8ª edição em 2018 e acontecerá no Centro Cultural Rio Verde, em São Paulo, e trará o tema “Descubra-se”. Assim como nas edições anteriores, o evento contará com apoio do Sexlog, maior rede social adulta da América Latina (e meu cliente do <3 lá na Agência Bowie).

O evento terá a duração de 72h e celebrará mais uma vez a cultura erótica com diversas atrações e reflexões sobre o tema. Na sua programação, diversos workshops pornôs, 7h de exibição de filmes adultos dirigidos por mulheres e debates sobre sexualidade, pornografia e o espaço da mulher na sociedade. Entre as principais atrações, estão: workshop de Shibari – fetiche da amarração e workshop “Pornô – faça você mesmo”.

Para o Sexlog, é muito significativo apoiar mais uma vez este evento que se destaca por abordar a sexualidade e erotismo de maneira responsável e cultural. “Esta já é a segunda vez que o Sexlog participa do PopPorn. Nos sentimos muitos felizes de colaborar tanto a promover o evento como também na sua programação, trazendo discussões com o objetivo de engajar o público a explorar a sexualidade com liberdade e sem tabus”, afirma Mayumi Sato, diretora de Marketing do Sexlog.

Em oito anos de realização, o Festival PopPorn se tornou referência no mercado erótico e vem se consolidando cada vez mais. Para esta edição, a expectativa é receber mais de mil pessoas nos dois dias de evento.Além disso, a programação foi elaborada visando temas que estão em destaque no cenário atual da sociedade e que impactam diretamente no desenvolvimento sexual dos participantes.

Dá uma olhadinha na programação completa do Festival PopPorn 2018, e claro, espero vê-los por lá:

DEBATES

SÁBADO – DIA 9/6

das 13h às 15h // A pornografia oprime ou liberta?

Há quem defenda que a pornografia é fonte de violência, abusos e que está por trás da causa comportamentos sexuais errados. É possível existir uma pornografia capaz de contrariar essa visão? Há também quem goste de pornografia e enxergue nela uma possibilidade de liberar fantasias e ganhar um repertório sexual mais livre e variado. Diante de uma realidade virtual em que o acesso ao pornô gratuito é cada vez mais fácil, discutir essas questões se torna fundamental.

Marie DeClercq | mediadora

com Jorge Leite Jr, André Garcia e Erika Natasha

 

das 16h às 18h // O que é ser homem na atualidade?

É possível ser macho e ao mesmo tempo não ser um ativo praticante de machismo? Como os homens se sentem diante das mudanças já estabelecidas e em curso sobre a masculinidade? Apontar o machismo se tornou prática comum e as críticas ao feminismo também. A figura do “macho desconstruído” surgiu e vem ganhando forma.Todas essas questões poderão ser debatidas de diferentes pontos de vista, inclusive com experiências pessoais dos participantes e do público.

Carol Parreiras | mediadora

com Amauri Gonzo, Edy – Manual do Homem Moderno, Tulio Augusto Custódio e Kinho Mangerona

 

DOMINGO – DIA 10/6

das 13h às 15h // Construção da feminilidade cis e trans

As vivências de quem sofre com o machismo serão discutidas por mulheres que expressam de formas diferentes seus gêneros e orientações sexuais. O processo de “ser mulher”, seja dado pelo nascimento ou pela transição de gênero, é permeado por etapas e rotinas: elas empoderam ou oprimem? Como lidar com críticas que vêm de todos os lados, muitas vezes de dentro de movimentos que lutam por direitos? As convidadas e o público poderão contar suas experiências e dar opiniões.

Ana Maria Madeira | mediadora

com Bibi Abigail, Ledah, Daiane Novaes

 

das 16h às 18h // Leis que afetam a pornografia e o sexo

Direito à vida, à morte, às expressões de gênero e ao sexo são regulados pelos que fazem e executam as leis. Mudanças recentes na legislação dos Estados Unidos, consequências de projetos de lei conhecidos como FOSTA-SESTA, que em teoria deveriam dificultar a ação do tráfico sexual, estão afetando negativamente trabalhadores sexuais que usam a internet como meio de divulgação. Muitas dessas pessoas, em sua maioria mulheres, têm nas plataformas digitais opções mais seguras em relação às ruas e aos agenciadores. Como a realidade jurídica brasileira pode responder à onda conservadora? Essas e outras restrições que dificultam a existência de corpos alternativos serão debatidos e trazidos a uma possível futura realidade brasileira.

O Festival PopPorn é conhecido por destacar autores e artistas do pornô nacional e internacional.

FILMES

DOMINGO – DIA 10/6

14h: Amores Líquidos // Direção: Carolina Albuquerque e Isadora Vieira

Brasil – 5′

 

Latifúndio // Direção: Erica Sarmet

Brasil – 12′

 

Melhor Amiga, Pelada e com Medo // Direção: AORTA

EUA – 10′

 

As Lésbicas do Lower East Side // Direção: Alyx

EUA – 18′

 

Boquete 2017: Tela Dividida // Direção: Charles Lum & Todd Verow

EUA – 5′

 

14h55: O Encontro // Direção: MAY (Sexy Hot)

Brasil – 44′

 

15h45: Chega de Fiu Fiu // Direção: Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão

Brasil – 73′

 

Cidade Queer // Direção: Danila Bustamante

Brasil – 36

 

17h35: Landlocked // Direção: Lívia Cheibub

Brasil – 48′

 

18h30 // RODA DE CONVERSA COM DIRETORAS E PRODUTORAS DE CONTEÚDO +18

Danila Bustamante, Erica Sarmet, Lívia Cheibud, May Medeiros, Mayumi Sato e Sue Nhamandu

 

Além de workshops, nos dois dias de PopPorn Festival rolam intervenções e uma feirinha de artigos eróticos.

WORKSHOPS*

Atividade Paga disponível no link: http://poppornfestival.eventbrite.com

 

SÁBADO – DIA 9/6

das 13h as 15h

Shibari // Com Toshi San e monitoria da shibarista Engel

O mais antigo e mais popular dos workshops do PopPorn está de volta, venha aprender com Toshi San os primeiros passos para a mais divertida das brincadeiras eróticas: o Shibari. A arte de amarrar o parceiro ou parceira antes, durante ou depois do sexo.

 

das 15h30 as 17h30

Pornô Faça Você Mesmo – Feito por Mulheres // Com equipe Xplastic

Muito se fala sobre pornô feito por mulheres. Chegou a hora de conhecer na prática como uma grupo de mulheres estão construindo suas histórias em uma parcela do mercado adulto. Esta edição o “Pornô faça você mesmo” será com a equipe da Xplastic. Conhecida por filmes disponíveis no projeto SexyHot Produções do canal de TV pago brasileiro Sexy Hot, na plataforma de filmes Lust, da diretora Erika Lust e na plataforma holandesa de curadoria feminina Dusk TV. Uma equipe exclusivamente feminina mostrando como podemos repensar o pornô.

 

das 18h às 20h

Negócios digitais e o mercado adulto // com DreadHot e Alemão, Sweetlicious e SexLog

Como a indústria pornô sobrevive nos tempos da internet e do conteúdo gratuito? Para responder essa e outras perguntas vamos conversar com um casal de webstrippers que também atuam no mercado de filmes pornográficos, e com pessoas que trabalham diretamente com negócios digitais e mercado adulto.

 

>> FLASH TATTOO COM THAMU CANDYLUST

>> ÁREA DE ALIMENTAÇÃO

>> FEIRA PUPIZ – DE PUBLICAÇÕES, PRODUTOS INDEPENDENTES E ZINES

>> LEITURA DE CONTOS ERÓTICOS COM CLARICE FALCÃO

—-

 

FESTA

SÁBADO // 23h30

PopPorn Party (End.: Álvaro de Carvalho, 380 – Centro/SP)

DJs: Victor Miranda, Ledah, Mirands, Duda DelloRusso /// Pista eletrônica: Gezender, Mari Herzer, Rafael Moura

$20 a $40

Confeiteiro se nega a fazer bolo para casamento gay e vence ação inédita nos EUA

Mas vejam só a audácia deste senhor… a Suprema Corte dos Estados Unidos concedeu nesta semana uma vitória histórica para Jack Phillips, um confeiteiro que se recusou a preparar um bolo de casamento para um casal gay. O motivo da vitória, de acordo com a justiça dos EUA, é que os direitos religiosos de Jack haviam sido violados.

A decisão, de uma maioria de 7 x 2, a mais alta corte do país decidiu que uma comissão de Direitos Civis do Colorado, que havia decidido que o boleiro deveria atender todos os clientes independentemente da sua orientação sexual, demonstrou uma “animosidade clara e inaceitável” em relação à religião.

Embora pareça uma grande bobagem, o caso, que se tornou emblemático e pode ter grandes implicações para a sociedade americana. O motivo é um só: a liberdade de religião, igualdade sexual e a liberdade de expressão protegida pela Primeira Emenda da Constituição norte-americana.

Justificando sua fé cristã, Phillips contou que sua padaria em Denver não podia aceitar o pedido de Dave Mullins e Charlie Craig, noivos do casamento gay em questão. Seus advogados argumentaram que o bolo representava nesta vez a instituição do casamento e, portanto, estava transmitindo uma mensagem, ao contrário de um bolo comum.

O casal entrou com uma ação sob uma lei do Colorado que proíbe a discriminação em lojas de atendimento ao público. Os tribunais inferiores lhes deram razão porém o Supremo Tribunal não tratou amplamente o assunto, dando ganho de causa.

E você, acredita que o casamento gay afeta a liberdade religiosa alheia em situações como esta?

Mulher Pepita desembarca em São Paulo para show exclusivo no sábado

A festa Shout, fruto da parceria de Bob Yang, Cacá Ribeiro, Beto Cintra e Facundo Guerra, irá receber a icônica Mulher Pepita neste sábado para um show especial no Club Yacht. Não é a primeira vez que a artista carioca, conhecida por bordões inesquecíveis e videoclipes viralizados na internet, vem para São Paulo, mas desta vez está pronta para incendiar a boate paulistana e trazer algumas novidades em seu show.

Além de seu mais novo single, “Parceira”, com participação de Pabllo Vittar, Mulher Pepita promete trazer mais hits inéditos do seu novo EP intitulado “Mulher Evoluída”.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A LISTA ESPECIAL CLUBBING

Para um dos responsáveis pelo Club Yacht, Bob Yang, o objetivo da Shout neste final de semana é celebrar a cultura digital, as batidas do funk e do pop nacional que são ritmos mais pedidos nas noites paulistanas. “A Mulher Pepita é a primeira de uma série de atrações que farão parte da Temporada 2018 do Club Yacht, que terá uma agenda recheada de edições especiais”, afirma o empresário.

Vale lembrar aos “katycats” de plantão que o Yacht é uma ótima pedida para um after após o show da artista internacional Katy Perry. “Para o público que for ao show no Allianz Parque, oferecemos lista VIP até 00h30”, conclui Bob.

SHOW DA MULHER PEPITA, NO CLUB YACHT
Horário: a casa abre 23h, o show está previsto para 3h
R. Treze de Maio, 703 – Bela Vista, São Paulo – SP, 01326-010

17ª Feira Cultural LGBT esquenta o feriado para Parada LGBT de São Paulo

No dia 15 de junho, feriado, irá acontecer a mais bombada e tradicional Feira Cultural LGBT organizada pela APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT) com o apoio do Governo do Estado de São Paulo.

Além de orgãos públicos organizando as festividades LGBT da cidade, esse ano a Skol, Uber e Doritos entram com tudo em sua 17ª edição, com programação gratuita, rolando no Vale do Anhangabaú das 10h às 22h.

“No dia, o público poderá assistir performances de artistas LGBT’s no palco do evento e conferir as opções de cultura, lazer e gastronomia, além de adquirir produtos”, afirma a equipe de comunicação APOLGBT.

Ao todo serão 60 tendas – comerciais com produtos dos mais variados segmentos que vão de moda e decoração e outras de alimentação; além de oficinas culturais, primeira “Cãominhada da Diversidade”, artesanato, testagem rápida com oficina de saúde e o segundo bate-papo com mais de dez escritores especializados em literatura com temática LGBT. Também, na 17ª Feira Cultural LGBT, terão tendas especificas para divulgação dos trabalhos de Organizações Não Governamentais (ONGs) e demais entidades que apoiam a causa LGBT.

A Feira Cultural LGBT integra o calendário do Mês do Orgulho LGBT de São Paulo e, como outros eventos, é organizada também com foco na acessibilidade de pessoas com deficiência. É um dos grandes eventos antes da grande manifestação no domingo: a Parada do Orgulho LGBT que traz neste ano o tema “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é Lei! Todos e todas por um Estado Laico!” afirma a equipe da 17ª Feira Cultural LGBT.

Programação de Shows, Música, Performances e Artes da Feira Cultural LGBT

Horário    Ação
11:30           Zumba Aula com Professores de Zumba
12:00          Abertura Oficial Diretoria da APOGLBT e apresentadora Marisa Orth
12:20          Apresentadora Entrada Lully
12:25          Coral Coral da CCLGBTB POR Maestro Ettore Veríssimo
13:00          DJ Música
13:10          Cultura Cigana Banda cigana
13:30         Fala da Diretoria Diretoria da APOGLBT (Feira Cultural LGBT)
13:35         Flash Mob Flash Mob
13:40        Bate Cabelo 1ª parte Show bate cabelo
14:00        DJ Música
14:10        Bate Cabelo 2ª parte Show de Bate Cabelo
14:30        Apresentadora Entrada Gretta Starr
14:35        Show Suellen Luz (MPB – Voz e violao)
15:00       Novos Talentos Show Novos Talentos – 1ª parte
15:15        Fala da Diretoria Diretoria da APOGLBT
15:20        DRAG Fernanda Houston
15:25        Stand Up Gretta Starr
15:30        Lucian Ambos (lançamento app para soropositivos)
15:50        Novos Talentos Show de Novos Talentos – 2ª parte
15:55        Humor Victoria Principal
16:00       Apresentadora Entrada Tchaka
16:00       Música As Travestidas
16:15        Cabare Paulette Pink apresenta Cabaret LGBT com grande elenco
16:55        DJ Música
17:00        Fala da Diretoria Diretoria da APOGLBT
17:05        DRAG Cover Xuxa com paquitas
17:10        Show Andre Sakajiri ( Homenagem a Cazuza)
17:15        Performance Ana Gelinkas
17:20       Circo Espetaculo Circense
17:40       DRAG Helloah Meirelles
17:45       DRAG Thaysa Baummer
17:50       DRAG Andressa Gold
17:55       SHOW Show Andróginos
Sheeva Heel
Danny Cowlt
Victor Piercing
18:10       Alex Marie
18:20      Apresentadora Entrada Paulette Pink
18:25      DJ Música
18:30      DRAG Mariaha Mercury
18:35      DRAG Stefanny Queen
18:40      DRAG Lilika
18:45      Cabare Salete Campari apresenta o Cabaret com grande elenco
19:40      SHOW Babi Muniz (ex Panicat)
19:45      DRAG Tyra Bancks
19:50      DRAG Layla Ken
19:55      Show Banda Não Recomentados
20:05     Show Babi Muniz (ex Panicat)
20:10     Diretoria Diretoria da APOGLBT
20:15     Encerramento À CONFIRMAR

SERVIÇO – 17ª Feira Cultural LGBT
– Data: 15 de Junho
– Horário: das 10h às 22h
– Local: Vale do Anhangabaú – ao lado do metrô Anhangabaú em São Paulo
– Realização: APOGLBT
– Patrocínio: Skol, Uber e Doritos
– Apoio institucional: Governo do Estado de São Paulo (palco, iluminação e som)
– Apoio: Accor Hotels
– Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1113142945497908

Facebook gay: lança botão arco-íris e filtros para celebrar orgulho LGBTQ!

O Facebook anunciou nesta semana que vai aderir às celebrações organizadas ao redor do mundo pelo mês do orgulho gay (ou melhor dizendo, LGBTQ), comemorado em junho. Para isso, a rede social do Mark preparou uma série de novidades, incluindo um novo botão de reação super colorida da bandeira arco-íris!

Assim como no Dia das Mães o Face bombou (e deixou saudades) com botão de “Gratidão” (aquele da florzinha lilás), desta vez o botão temático é o de “Orgulho”, representado por uma bandeira supercolorida. A nova opção de reação já começou a aparecer para alguns usuários nos EUA e aqui vai rolar até o final da semana.

facebook gay emoji arco-iris parada orgulho lgbt

Facebook gay, sim senhorxs: na porta da empresa, na Califórnia, o orgulho reina!

Além disso, a rede social adicionou também um novo filtro temático para as fotos de perfil: um laço colorido usado temporariamente como quadro para as fotos dos usuários e novos filtros coloridos na câmera do app da rede social, na do Messenger e até no Instagram.

Facebook gay sim senhorxs!
“Temos orgulho de apoiar a comunidade LGBTQ, e, ainda que haja muito trabalho a ser feito, estamos ansiosos para sermos parceiros ativos de agora em diante”, afirmou Alex Schultz, diretor de marketing do Facebook, no anúncio das novidades na página oficial da empresa.

E aí, pronto para deixar seu Facebook gay ainda mais colorido e cheio de orgulho!?