Agora gays podem doar sangue no brasil stf derruba restrição

Homens gays podem doar sangue: uma nova realidade no Brasil

Bissexuais e gays podem doar sangue a partir de 2020. Impedir a doação “é inconstitucional e priva de direitos fundamentais”, decide STF.

Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal – ou STF – decidiu que impedir homens gays e bissexuais de doar sangue é inconstitucional. Julgamento histórico que rola desde 2017 chega ao fim em maio, mês em que os bancos de sangue em todo país chegou ao seu menor número em quase uma década.

Edson Fachin, ministro e relator do processo, já havia afirmado que a portaria do Ministério da Saúde e a resolução da Anvisa, que restringem a doação de sangue por homens gays por 12 meses após a relação sexual, colocam em xeque “direitos fundamentais de um determinado grupo social”.

Por dezenas de vezes eu, homem homossexual e tatuado, soube às duras penas que gays podem doar sangue desde que não dissessem sobre sua orientação. Há 17 anos um amigo sofreu acidente no interior de São Paulo e meu sangue, tipo O-, um dos mais difíceis de se encontrar me hemocentros seria essencial. Nas duas primeiras (e únicas) vezes menti para ajudá-lo. Nunca mais pude doar novamente.

Depois de todos os desafios que passei em minha vida (e que você pode conferir aqui no Três de Paus) decidi que não negaria mais quem sou. Por isso eu, você e qualquer outro homem gay ou bissexual era proibido pela Anvisa – Agência de Vigilância Sanitária – por meio da Resolução RDC nº 34/14, e pelo Ministério da Saúde (Portaria nº 158/16) de doar sangue.

O que acontece agora com a nova decisão do STF?

Além de inconstitucional e discriminatória, não existe nenhuma diferença hoje em dia para gays doarem sangue. Dessa forma, em São Paulo durante a pandemia, por exemplo, o sistema Pró-Sangue criou a possibilidade de um sistema novo de agendamento online, que de acordo com o G1 é “super rápido e prático, onde o próprio doador escolhe o melhor dia, horário e local, sem precisar passar por um atendente”.

Para agendar é possível acessar o sistema Pró-Sangue ou o site da instituição (clique aqui para acessar).

Informações para o doador de sangue:

Atenção para o local de estacionamento do doador

Atenção para os requisitos básicos e principais impedimentos

Qual o estoque atual do banco de sangue de São Paulo?

Atualmente estamos com os tipos A, B e O, principalmente os tipos negativos, em situação crítica. Significa que temos abastecimento para 1 a 2 dias. Precisamos urgente do apoio desses doadores.

Qual seria o estoque necessário?

Nosso estoque estável é para 5 a 6 dias e precisamos coletar aproximadamente 10.000 bolsas por mês. Em abril não chegamos a 7.000, o que atrapalha as semanas subsequentes.

Quais são as orientações para os doadores durante a pandemia?

A orientação é que, os que se encaixarem nos requisitos básicos para doação, vistam sua máscara, agendem a doação de sangue e compareça em um dos postos de coleta.

Sou de outro lugar, onde busco informações sobre doação de sangue?

Enquanto tivermos ainda Ministério da Saúde (rs) vale acessar o site sobre Onde doar sangue.

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.