Kristen Stewart é gay e responde a ataques de Donald Trump no Saturday Night Live com estilo

Nos Estados Unidos, os noticiários e canais de fofocas sobre celebs estão com um único foco essa semana: Kristen Stewart. Ontem (4), Kristen, nossa eterna Bella Swan, não só saiu do armário mas também decidiu responder às perseguições de Trump.

Que Kristen Stewart é gay (ou bissexual) todos sabíamos, mas que a gata continua quebrando as pernas da galera é novidade. No famoso discurso de abertura no programa Saturday Night Live, a atriz norte-americana de 26 anos criticou o presidente Donald Trump e deu um recado: “O presidente não é um grande fã meu, mas isso é ok. Mas, Donald, se você já não gosta de mim, então você realmente vai passar a me detestar, porque eu estou fazendo a abertura deste programa de TV e, tipo, eu sou gay, parceiro”, afirmou.

Kristen Stewart já tinha comentado a respeito de seu namoro com Alicia Cargile e dessa vez foi além. A estrela da saga “Crepúsculo”, e ex de Robert Pattinson, confessou há pouco mais de um ano estar apaixonada pela produtora mas dizia não se preocupar com rótulos. Na época, não quis se definir como bissexual, diferente do que fez sábado no SNL, muito mais resolvida e sem medo de enfrentar o novo presidente dos Estados Unidos.

O discurso movimentou as redes sociais durante toda a noite no país, tornando-se um dos assuntos mais comentados no Twitter. Para entender toda essa polêmica, vale lembrar o histórico de bobeiras promovidas, desde 2012, por Trump contra Kristen.

Na época, revistas apontavam que a atriz mantinha um caso com o diretor Rupert Sanders (de “Branca de neve e o caçador”) enquanto namorava o ator Robert Pattinson. No Twitter, Trump iniciou uma campanha contra Kristen, em posts agressivos:

“Todo mundo sabe que eu estou certo quando digo que Robert Pattinson deveria largar a Kristen Stewart. Em alguns anos, ele vai me agradecer. Seja esperto, Robert”, escreveu o atual presidente dos Estados Unidos, à época.

post trump contra kristen
Em outro post, também em 2012, ele acrescentou: “Robert Pattinson não deveria voltar com Kristen Stewart. Ela o traiu e o fez de gato e sapato. É só olhar. Ele pode ter algo muito melhor!”. Ao todo, foram 11 tweets provocadores escritos pela autoridade.

“Estou um pouco nervosa de estar aqui, porque o presidente provavelmente está assistindo. E eu acho que ele não gosta muito de mim…”, ressaltou, emendando: “Há quatro anos, eu estava namorando esse cara chamado Rob, digo, Robert, e a gente terminou, mas depois voltamos. Por alguma razão, isso deixou Donald Trump insano”.

A atriz continuou: “Para ser honesta, eu não acho que Donald Trump me odeia. Eu penso que ele está apaixonado pelo meu antigo namorado”. Em seguida, ela cita um tweet em que o presidente convida Robert Pattinson para assistir ao desfile Miss Universo.

Sim, esse é o mundo que vivemos, amiguinhos… Kristen Stewart é gay, é linda e o cara mais poderoso do mundo é um completo idiota #OREMOS

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.