Hoje estreia “Viva”, drama gay sobre transfobia e a arte drag

O sonho de ser um ator transformista é o que move Jesus no drama gay Viva, que chega aos cinemas de São Paulo nesta quinta-feira, 1º de dezembro.

Jesus (interpretado por Héctor Medina) é um jovem de 18 anos, cuja mãe morreu e o pai desapareceu quando pequeno, e que luta sozinho para sobreviver. Com talento para cabeleireiro e maquiador, ele atende senhoras em sua casa e drag queens em uma boate.

Mas o rapaz não quer apenas ajudar a transformar as performers nos bastidores, seu objetivo é estar no palco. E ele consegue, mas é justamente quando surge um personagem que mudará sua vida.
Após 15 anos longe do filho, Ángel (Jorge Perrugorría), um ex-boxeador ressurge e se muda para a casa de Jesus. Alcoólatra, o homem fica violento quando bebe e impõe sua presença na casa e seu desejo: que Jesus deixe os palcos.

Jesus (Hector Medina): drama gay sobre transfobia que comove todos os públicos.

Jesus (Hector Medina): drama gay sobre transfobia que comove todos os públicos.

Transfobia e a sétima arte

A partir daí, entre embates e palavras não-ditas, os dois passarão não só a conviver, mas, aos poucos, a entender melhor o outro, até uma nova descoberta alterar o percurso desse relacionamento.

Apesar de contemporâneo, o longa é repleto de canções de divas cubanas ou radicadas na ilha que tiveram seu auge entre as décadas de 1940 a 1960, como Zoraida Marrero, Rosita Fornés e Elena Burke, o que confere um charme a mais.

E ainda que passado inteiramente em Havana, o longa de Paddy Breathnach, é uma coprodução irlandesa, o que o permitiu ser o indicado da Irlanda ao Oscar de filme estrangeiro em 2016. //Guia Gay São Paulo

Onde assistir “Viva”, drama gay que conquistou a crítica internacional

Em São Paulo você pode conferir esse sucesso no Espaço Itaú de Cinema, na rua Frei Caneca. O filme fica em cartaz de 01/12 a 07/12, na Sala 6.
Os horários são bem diversos e não tem desculpa para não assistir: todos os dias da semana – 14h, 16h10, 19h50 e 21h50.

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.