Cientistas americanos desenvolvem teste para identificar gays por meio de saliva

A nova da ciência é identificar se homem é gay por meio de testes como os de DNA. De acordo com cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, um teste de saliva que seria capaz de revelar se um homem é gay ou não.

O estudo do teste para identificar gays foi levado tão a sério que chegou a ser apresentado no encontro Anual da Sociedade Americana de Genética Humana no ano passado. Exatamente, para esses pesquisadores a homossexualidade pode estar ligada a genética… para o terror dos homofóbicos de plantão.

Segundo o estudo, modificações químicas do genoma humano podem influenciar a orientação sexual dos homens. Só que para eles, essas alterações podem acontecer por influência de experiências vividas ou pelo ambiente no qual a pessoa está inserida. Isso explicaria porque irmão que são gêmeos idênticos, por exemplo, podem ter opção orientação sexual diferente.

No caso de a homossexualidade vir de um gene transmitido desde a gestação, a explicação dos cientistas é de que as marcas genéticas das mães podem ter sido apagadas em apenas um dos gêmeos ou que um pode ter herdado os marcadores e o outro não.

Usando essa teoria como base e depois de analisar amostras de saliva de 37 pares de gêmeos, os pesquisadores encontraram no teste para identificar gays, nove regiões onde os padrões genéticos em irmãos gêmeos, onde um era gay e o outro heterossexual, eram distintos. O teste conseguiu acertar 66% dos casos. Ainda é pouco, mas os estudiosos prometem aprofundar os testes e pesquisas de padrões.

Vale destacar que esse teste não tem eficiência quando aplicado em mulheres homossexuais ou homens e mulheres bissexuais.

Teste de saliva é assunto antigo, mas merece cautela em suas afirmações

É o que diz Heitor Palhares, cirurgião-dentista especializado em Alterações Salivares para o portal Terra. Apesar de já ter sido apresentado ao público, esse estudo e teste para identificar gays ainda precisa de mais dados para que realmente seja levado a sério.

“Hoje em dia a saliva pode ser usada em exames para detectar doenças, gravidez, desvios de comportamento como o transtorno de ansiedade e até o período fértil. E ele ainda apresenta algumas vantagens como ser menos invasivo e indolor e permitir um armazenamento mais fácil e de baixo custo quando comparada à coleta de sangue e de urina”, afirma Heitor.

banner rodapé do site_tres_novo aqui_f
Para o especialista, não é surpreendente um teste de saliva consiga identificar informações genéticas do nosso corpo. Mas quanto a associar a homossexualidade masculina ao gene e ainda dizer que é possível detectá-la pela saliva ele prefere ser mais cauteloso.

A preocupação nossa a partir destes testes e diagnósticos é com a direita conservadora que tem levantado em dezenas de países pelo mundo. Será que um dia voltaremos a ter “seleções não naturais”, como as feita no período do nazismo? O risco é grande, acreditem.

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.