Homem invade balada gay e troca lubrificante por ácido

A violência e a homofobia não tem limites e está em todo o mundo, definitivamente. No último final de semana (27), um homem de 62 anos foi preso depois de supostamente ter colocado ácido dentro de uma saboneteira de lubrificante em um clube gay na cidade de Sydney.

A polícia disse que o homem não identificado entrou no clube Aarows, localizado na área de Rydalmere, e preencheu o recipiente com ácido clorídrico. Como o espaço já havia sofrido com ataques, até mesmo tiroteios em 2015, a casa equipou as saboneteiras com alarmes. O dispositivo disparou e o suspeito foi pego em flagrante.

A casa gay sofreu atentado homofóbico pela segunda vez em 12 anos de funcionamento em Sidney, na Austrália

A casa gay sofreu atentado homofóbico pela segunda vez em 12 anos de funcionamento em Sidney, na Austrália

Os seguranças do clube detiveram o homem até a chegada da polícia. Identificado apenas como Mark, o homem foi preso acusado de tentativa de homicídio e suspeita de administrar veneno com a intenção de ferir ou causar desconforto ou dor, invasão de propriedade privada, além de dirigir com a carteira de habilitação suspensa.

Mais tarde, o homem foi liberado sob fiança. O motivo do ataque, até o momento, não está claro e por sorte ninguém ficou ferido no incidente.

O clube Aarows é descrito como “premier em saúde de Sydney, um local de lazer e centro social, onde o sexo seguro é permitido, independentemente do sexo”.

Em contato com a pele, o ácido clorídrico causa queimaduras graves, úlceras e bolhas. Após o incidente, algumas casas gays da Austrália estão pensando em aumentar rigorosamente o acesso de seus clientes, com cadastros documentados e carteirinhas.

banner rodapé do site_tres_novo aqui_f

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.