A polêmica do casal gay em Procurado Dory

O trailer da animação “Procurando Dory” que foi lançado há 15 dias, traz consigo os famosos “easter eggs”. Para os gamemaníacos (e até mesmo fãs de Disney e outros grandes estúdios) o termo é bem comum, significa alguns segredos escondidos em programas, sites ou jogos eletrônicos que fazem referências a outros filmes, séries e personagens de outros universos.

Na continuação de Procurando Nemo, há supostamente, o primeiro casal homossexual da Disney/Pixar. Depois que o vídeo foi disponibilizado na internet, alguns usuários do Twitter notaram que há uma cena onde duas mulheres passeiam juntas levando um carrinho de bebê, com sua filha, e esbarram sem querer com Hank e Dory.

Já faz algum tempo desde que os estúdios Disney começaram a estudar as possibilidades de diversificar personagens de seu universo, dando início a uma transição de forma que não cause um “grande impacto negativo”, ou venha a “chocar a sociedade”… zZzzZzzZzZz

Ah, inclusive vale lembrar que dentre as hashtags utilizadas no caso, até a possibilidade de boicote estão analisando. Pois é, em 2016…

Elsa lésbica, é o que todos querem!

Rolou até campanha na internet para que a última grande princesa Disney, a Elsa – de Frozen, Uma Aventura Congelante -, ganhasse uma namorada na continuação. A hashtag #GiveElsaAGirlfriend (#DêUmaNamoradaParaElsa, em tradução) teve uma recepção bombástica na internet e ficou em primeiro lugar nos trending topics do Twitter.

Elsa Frozen lésbica porno gay GLS

A animação, que ganhou status de “maior fenômeno comercial da Disney”, foge dos esteriótipos de princesa indefesa na eterna busca pelo príncipe perfeito e encantado. Seguindo a contramão dos contos, a rainha Elsa é independente, audaciosa e muito corajosa… além de não precisar do blá, blá, blá de príncipe em sua vida.

Dessa forma, a Elsa de Frozen chamou a atenção da comunidade LGBT nos EUA, que espalhou a campanha. A hashtag da campanha foi utilizada milhares de vezes e foi inventada pelo blog Feminist Culture.


Vamos lá né… com a maravilhosa Ellen Degeneres de protagonista nada mais justo! <3

Voltando para o fundo do oceano, além do casal gay em Procurado Dory, a animação traz alguns personagens que amamos e outras boas discussões. Desta vez, a deliciosamente divertida Dory e seus parceiros Nemo e Marlin seguem em uma investigação sobre sua vida. O que Dory recorda? Onde está sua família? Onde ela estudou “Baleiês”?

O diretor do longa original comanda a produção em conjunto comAngus MacLane, pai de Wall-E e outros mais. “Procurando Dory” será lançado nos cinemas nacionais dia 30 de junho de 2016.

Captura de Tela 2016-06-09 às 17.28.04
ATUALIZADO

Não teremos o esperado casal de meninas, afirma a Variety

A Variety, umas das maiores revistas norte-americanas, assistiu ao filme durante uma exibição de imprensa e desmentiu o boato. As personagens vistas no trailer aparecem apenas por alguns segundos, e não são desenvolvidas na trama ou possuem alguma fala… Não foi dessa vez.

Sendo assim, a única representando da comunidade LGBT no filme é Ellen DeGeneres, que se tornou a primeira apresentadora de TV a sair do armário em 1997, e dubla a personagem principal. 🙁

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.