Aos 90, ex-senador americano anuncia seu casamento com outro homem

Como resumir em poucos caracteres 72 anos de carreira de um homem público?

Harris Wofford comemora 90 anos enfrentando grandes lutas todo o tempo. Democrata, deu início a sua vida política aos 18 anos, quando fundou a organização Estudantes Federalistas.

Wofford participou do movimento pelos direitos civis e da campanha presidencial de John F. Kennedy, mais tarde representaria a Pensilvânia no Senado americano entre 1991 e 1995 e estaria ao lado dos presidentes Bill Clinton e Barack Obama… ufa!

É uma missão quase impossível, especialmente se deixarmos de lado sua vida pessoal e afetiva. Foi pensando assim que Harris escreveu um artigo no jornal The New York Times apoiando o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

0426_Aos 90, ex-senador americano vai se casar de novo, desta vez com um homem de 40

“Minha vida foi a história de dois grandes amores – com mulher mulher, Clare, que morreu de leucemia em 1996, e com Matthew Charlton”

Ele disse que se sentia sortudo por viver em uma época em que o matrimôniofoi “fortalecido” desta forma, independente que seja casamento gay ou não. “Minha vida foi a história de dois grandes amores – com mulher mulher, Clare, que morreu de leucemia em 1996, e com Matthew Charlton”, afirma o político que está prestes a efetivar seu casamento com outro homem, Charlton, de 40 anos.

“Não me classifico com base no gênero das pessoas que amo. Tive um casamento de meio século com uma mulher maravilhosa, e agora tenho a sorte de ter encontrado a felicidade pela segunda vez”, escreveu.
“Tentar mudar algo tão enraizado na lei e na opinião pública como a definição de casamento parecia impossível”, escreveu no jornal. “Eu estava errado, e não deveria ser tão pessimista”, finaliza.

“Eu assisti, em primeira mão – trabalhando e andando com o reverendo Martin Luther King Jr. – que, quando fosse a hora, grandes mudanças em direitos civis Captura de Tela 2016-04-26 às 10.45.32ocorreriam em uma única década criativa. Aos 90 anos, tenho sorte de estar em um era em que a Suprema Corte fortaleceu o que o presidente Obama chama de ‘dignidade do casamento’ ao reconhecer que o matrimônio não é baseado na natureza, escolhas ou sonhos de qualquer um. É baseado no amor.”

Em junho de 2015, a Suprema Corte americana derrubou proibições ao casamento de pessoas do mesmo sexo em alguns Estados, tornando casamentos de gays e lésbicas legais pelo país.

banner novo tres de paus

Post anterior Próximo post

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.